Blog Archives

PDC – Julho/2014

A Permacultura é uma metodologia para o planejamento de ocupações humanas sustentáveis. O Design é sua ferramenta metodologia efetiva, pela qual podemos construir um modo de vida ecologicamente equilibrado, atendendo, minimamente, as necessidades básicas de: produção alimentar, construção de moradias, oferta e tratamento de água e geração de energia, sem a degradação socioambiental decorrente do modo de vida vigente.

Visite o Sustentar para apoiar este curso, obter mais informações ou realizar sua inscrição!

Apoie este projeto  Inscrição    Questões Práticas

Lançamento Águas do Cerrado

Na última sexta-feira, dia 29/04, o Ipoema – Instituto de Permacultura, apresentou o seu mais novo projeto: Águas do Cerrado – O Futuro em Nossas Mãos. O evento aconteceu na Escola da Natureza e contou com a participação de diversos parceiros e atores socioambientais do terceiro setor, do legislativo distrital e de representantes do poder executivo.

Facebook do projeto Águas do Cerrado – O Futuro em Nossas Mãos

Site do projeto Águas do Cerrado – O Futuro em Nossas Mãos

A Petrobras patrocina a iniciativa, que terá 2 anos de duração. O engenheiro florestal Claudio Jacintho, diretor geral do projeto, avalia que ação “vai recuperar áreas degradadas por meio da promoção do uso racional dos recursos hídricos, da implementação de tecnologias sociais e da capacitação de estudantes e pequenos proprietários da região”.

Segundo a Diretora da Escola da Natureza,  Leda Bhadra, “quando um projeto é tecido a muitas mãos fica mais completo e mais profundo. A parceria da Escola da Natureza com o projeto Águas do Cerrado reforça o potencial que a escola já tem para um trabalho estendido a sociedade.” Já o articulador da REATA (Rede Internacional de Estudos e Ações Transdisciplinares da Água), Sérgio Ribeiro, acredita que  o  momento para a execução do projeto não poderia ser mais oportuno: “Brasília está passando por um momento de inchaço, muitas construções desordenadas e pouco cuidado do ponto de vista ambiental. É muito importante que tenhamos um projeto que faça este contraponto, já que o Águas do Cerrado trabalha com educação e conservação das águas da cidade”.  Para ele é também um momento histórico, pois um projeto com esta força foi proposto e será executado pelo Ipoema.

Entre as metas e impactos do projeto, destacam-se os seguintes números:

  • 90 hectares de áreas degradadas sendo recuperadas;
  • 170 mil mudas de árvores nativas do cerrado plantadas;
  • 6 escolas equipadas com a tecnologia social Água Sustentável, viveiro para produção de 4.000 mudas, jardim agroflorestal e minhocário;
  • 8.000 alunos sensibilizados;
  • 528 horas de capacitações;
  • 540 vagas em cursos;
  • 30 professores capacitados;
  • 16 comunitários da bacia do São Bartolomeu capacitados e certificados nos cursos do Ipoema;
  • 30 jovens formados como empreendedores;
  • construção do Centro de Referência de Águas do Cerrado, com sala de aula, refeitório e parquinho ecológico; e
  • elaboração de anteprojeto de lei para preservação dos recursos hídricos da região.

Com o projeto, o Ipoema espera contribuir para reverter o processo de degradação dos córregos que alimentam a bacia do Rio São Bartolomeu e do Jardim Botânico, duas das principais fontes de água para a população do Distrito Federal.

Lançamento do Projeto Águas do Cerrado

No aniversário de 54 anos de Brasília, o Ipoema – Instituto de Permacultura – tem um presente para a cidade. É com grande satisfação que anunciamos nosso mais novo projeto “Águas do Cerrado: O Futuro em Nossas Mãos”!

A missão do Projeto Águas do Cerrado é de cuidar das águas com comprometimento, amor e gratidão, cultivando a sustentabilidade e o envolvimento pessoal e comunitário.

Projeto Águas do Cerrado | Logo horizontal

As duas principais fontes de água para a população do Distrito Federal, as bacias do Lago Paranoá e do Rio São Bartolomeu, estão ameaçadas pelo acelerado processo de urbanização e pela degradação dos córregos que alimentam seus reservatórios.

Para recuperar essas áreas e fomentar o uso sustentável da água, o IPOEMA lança o Projeto Águas do Cerrado – O Futuro em Nossas Mãos. O trabalho envolve ações de revegetação de áreas degradadas associadas a cursos d`água e à promoção do uso racional dos recursos hídricos em escolas públicas e comunidades rurais, implementando, replicando e difundindo tecnologias sociais de permacultura.

A ideia é consolidar a consciência ambiental, estimulando o protagonismo de jovens e gerando oportunidades de trabalho e renda com serviços socioambientais. Com isso, formam-se redes de relacionamento e trabalho que promovem um modelo de governança social e de preservação dos recursos hídricos do Cerrado. Ao mesmo tempo, amplia-se a capacidade de debate sobre as políticas públicas ligadas às tecnologias sociais de melhorias na gestão social do uso da água na região.

O IPOEMA – Instituto de Permacultura, tem sede em Brasília, foi fundado em 2005 e tem como missão ampliar a efetiva participação da sociedade civil na construção do modelo de sustentabilidade proposto pela PERMACULTURA. Essa prática envolve o planejamento de ambientes sustentáveis, bioconstruções, uso racional da água, energias renováveis, sistemas agroflorestais, produção alimentar ecológica e organização social participativa.

 

 

Nova logomarca do IPOEMA

Atuando em Brasília desde 2005, o IPOEMA chega em seu 10º ano de atividades inaugurando um novo ciclo de sua existência, marcado pela construção de uma nova cultura institucional e pela ampliação dos impactos positivos provocados na realidade socioambiental do Distrito Federal.

O Ipoema como um ser vivo se faz e refaz a todo instante e segue evoluindo na busca do cumprimento de sua missão, entrando agora numa nova fase. Durante os próximos 2 anos, o Instituto estará comprometido com a realização do Projeto Águas do Cerrado.

Marcando este novo momento, o IPOEMA muda de cara, e apresenta sua nova logomarca.

IPOEMA-_-Logos-2005-e-2014

Clique na imagem abaixo para visualizar os elementos que construíram esta nova marca:IPOEMA | Conceitos

VIVERDEDENTRO | Abertura de vagas

Apoiando as pessoas para que elas sejam a mudança que elas querem ver no mundo, o IPOEMA inova ao lançar seu mais novo projeto de educação: o projeto viverdedentro.

Como o nome sugere, o projeto consiste numa residência pedagógica, no qual o participante será acompanhado durante 6 meses pelos professores-orientadores do Ipoema enquanto experienciam uma moradia coletiva numa chácara permacultural. A idéia é que os aprendizados venham pela própria experiência de vida coletiva e da aplicação prática, fundamentada e orientada dos princípios, metodologia e técnicas da permacultura.

A semente deste projeto foi plantada há 7 meses de forma cooperativa, e 3 destas pessoas são os primeiros residentes da casa viverdedentro. Hoje, abrimos mais 3 vagas para interessados em compor essa turma que vivenciará o primeiro ciclo da viverdedentro.

Veja informações detalhadas sobre o projeto e como fazer para se candidatar às vagas.

Datas

  • As inscrições estão abertas até dia 04/04/2014.
  • Os selecionados deverão ter disponibilidade de participar da vivência de recepção na sexta-feira dia 11/04/2014 na manhã.
  • A estadia na casa viverdedentro se iniciará no dia 14/04/2014 e vai no mínimo até dia 31/08/2014.